Sobre o IJP

  • Promover investigação que permita o desenvolvimento do conhecimento científico
  • Integrar estudantes de 1º, 2º e 3º ciclos de estudos em atividades de investigação científica
  • Planear e realizar ações de formação nas áreas do Direito, Ciência Política, Relações Internacionais e demais áreas afins
  • Publicar monografias, revistas, coletâneas de legislação e outros trabalhos de âmbito científico
  • Organizar ou apoiar na organização de congressos, colóquios, seminários e atividades congéneres
  • Organizar um Centro de Documentação especializada;
  • Elaborar estudos especializados a pedido de instituições públicas ou privadas, nacionais ou internacionais
  • Cooperar com entidades públicas ou privadas, nacionais ou internacionais, no domínio do Direito, Ciência Política, Relações Internacionais e demais áreas afins
  • Realizar outras atividades que contribuam para o desenvolvimento do conhecimento e da ciência no domínio do Direito, Ciência Política, Relações Internacionais e demais áreas afins

  • A investigação no IJP está organizada em Grupos de Investigação, dirigidos por um Coordenador, e, dentro de cada Grupo, em equipas de investigação, coordenadas por um Investigador Principal.
  • São admitidos, em cada Grupo, a apresentação de projetos individuais ou coletivos.
  • Os investigadores do IJP são encorajados a seguir um protocolo rigoroso aplicável, mutatis mutandis, à investigação em equipa e à investigação individual.
  • A investigação em equipa tem na sua base um projeto de investigação com um objeto central, objetivos específicos e prazos de execução bem definidos e aprovados pelos órgãos competentes do IJP.
  • O Coordenador do Grupo de Investigação em que se insere o projeto em equipa ou individual tem, entre outras funções, que: supervisionar o desenvolvimento dos trabalhos de investigação, assegurar o cumprimento dos prazos de execução do projeto, monitorizar a aplicação do financiamento atribuído a cada projeto do seu Grupo de Investigação

  • É garantida e assegurada a liberdade de investigação
  • O IJP, e todos os seus associados, pautará a sua atividade por princípios de boa prática científica. Designadamente, o IJP pauta a sua atividade de acordo com os princípios estabelecidos e aceites pela European Research Area, na European Charter for Researchers e na European Charter for the recruitment of Researchers.
  • O IJP submete-se a acompanhamento científico, técnico e financeiro e a avaliação regular e independente
  • O IJP divulgará através dos meios apropriados os resultados da sua atividade científica não cobertos por reserva de confidencialidade
  • O IJP promoverá a mobilidade dos recursos humanos, designadamente no quadro da ERA, European Research Area.
  • O IJP promoverá a formação científica dos investigadores nele integrados
  • O IJP adotará uma metodologia de planeamento por objetivos, em concordância com os critérios presentes na nova metodologia de trabalho estabelecida pela Nota Informativa da Direção do IJP, 1/2020-05-17
  • O IJP promoverá ativamente formas de cooperação interinstitucional como forma de desenvolver e potenciar as suas atividades científicas

  • A atuação do IJP está em concordância com os propósitos do Espaço Europeu da Investigação (EEI), estabelecido no Livro Verde da Comissão Europeia, em 2007
  • O IJP almeja ser um centro de excelência, vocacionado para produzir investigação de elevada qualidade e para oferecer uma formação sólida aos seus investigadores, que permita a estes serem reconhecidos pela comunidade científica nacional e internacional.
  • O IJP assume-se como um centro de investigação integrado na comunidade científica e na sociedade civil, ao nível nacional e europeu, e capacitado para cooperar e competir com os seus congéneres nacionais e internacionais
  • O IJP tem a missão de compartilhar e divulgar conhecimento científico nele produzido, no domínio do Direito, Ciência Política, Relações Internacionais e demais áreas afins

O IJP tem como objetivo estratégico a internacionalização tendo adotado três ações nesse sentido:

  • Ação 1: Celebração de acordos de cooperação científica com Universidade de Maribor (Eslovénia), a Universidade de Rijeka (Croácia), Universidade Federal do Pará (Brasil)
  • Ação 2: Integração, nas linhas de investigação do IJP, de investigadores internacionais da Alemanha, Brasil, Eslovénia, Espanha, Itália, Países Baixos e Polónia.
  • Ação 3: IJP tem concorrido, com sucesso, a concursos para financiamento de projetos concebidos e elaborados com os parceiros internacionais

Voltar ao topo